O galo bom, o galo malvado e a Presidente Dilma

Hoje, um domingo ensolarado, calorento, até mesmo os meus passarinhos queridos, os “Pelinchos” deixaram de fazer suas cantorias. Deve ser por conta do processo de impeachment que tem dia decisivo neste domingo, na Câmara dos Deputados.

Como gosto de fazer essas “misturebas” nos meus contos e matérias que escrevo, hoje vou contar uma historinha que o dentista, Dr. Diogo, nos contou no Lanchão esta semana, que peguei como um “gancho”, para tecer alguns comentários sobre o desapeio do poder (ao que tudo indica), da senhora presidente da República, Dilma Rousseff, do PT.

galo preto

Só para ilustrar nossa “historinha” um galo branco e um outro preto, que na nossa opinião vem a calhar neste dia de decisão política, quando a Câmara dos Deputados votam pelo afastamento da presidente Dilma ou pela sua permanência no poder.

A historinha contada diz mais ou menos assim: um certo senhor, com a cara cheia de cachaça, depois de tomar em todos os botequins de sua cidade, de repente sentiu que já não possuía dinheiro para continuar na esbornia. Cabisbaixo e embriagado, se deparou com uma rinha com galos brigando. Meteu a mão pelos bolsos e encontrou uma nota de dez reais e decidiu apostar tudo, para ver se recuperasse o dinheiro gasto na noitada. E, como não entendia nada de briga de galos, perguntou a um dos presentes, quem era o “galo bom” e, mais do que depressa o jogador apontou para um galo branco, que estava prestes a enfrentar um galo preto. O nosso bebum da historinha então jogou seus únicos dez reais no galo branco. Logo nas primeiras esporeadas, o galo preto deu uma verdadeira surra no galo branco e foi o vitorioso. Desesperado, o homem se vira para aquele que havia indicado o galo branco como sendo o “bom”, reclamou desesperado. Ai veio a explicação: “mas o senhor perguntou quem era o galo bom e, foi isso que eu disse, o galo bonzinho era o branco, mas o malvado o preto”.

Creio que esta historinha pode muito bem exemplificar o que ocorre com a atual crise política brasileira, que hoje chega ao seu ápice, ou a Dilma cai do poder ou continua nos governando.

Mas, como será o dia seguinte, a segunda-feira, dia 18, caso ela, a senhora presidente continuar no poder, se segurar na base dos conchavos, da “mala preta”, o cargo mais alto do governo brasileiro, a Presidência da República. Confesso que não sei a resposta, já que, mais de 80% da população não quer, não deseja que a senhora presidente continue a nos comandar.

Então, creio que a no dia seguinte, ou logo mais, lá pelas 22horas deste domingo a coisa toda esteja encerrada, a Dilma fica ou cai fora, ou melhor, o processo vai para o Senado Federal, onde com toda certeza irão aceitar o processo e impeachment e automaticamente será afastada por um período de seis meses, quando será julgada se inocente ou culpada pelos senadores.

E, quem comandará o País nestes seis meses, será o vice-presidente da República, Michel Temer, do PMDB. Temer não é um boboca em política, sabe tudo e mais um pouco. Ao contrário da presidente Dilma, que sempre tratou os políticos e suas lideranças a “pontapés”, com seu sempre mau humor que já se tornou uma de suas marcas registradas.

Dilma não consegue mais governar, ela é o “galo bom”, o galo branco, que levou a surra a galo preto, o “galo malvado”, a piadinha acima contada pelo Dr. Diogo, lá no Lanchão, serve para ilustrar este momento decisivo para o futuro da Nação.

Vamos aos votos dos Senhores deputados!
E, Viva a Pátria Brasileira e seu valoroso Povo!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *